Estudo conduzido pela FCMSCSP testa cirurgias cardíacas em órgão impresso em 3D

Diagnóstico mais preciso e preparação mais minuciosa são alguns dos benefícios citados pelo Dr. Luiz Antonio Rivetti, professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo sobre o uso de BioModelos para o planejamento cirúrgico.

De acordo com o doutor, o uso da impressão 3D na medicina ajuda a identificar qual a parte do músculo cardíaco que não contrai, especialmente em casos de aneurisma de ventrículo esquerdo, o que melhora a abordagem cirúrgica da equipe e garante uma melhor recuperação para o paciente.

Confira a matéria completa em

https://blog.fcmsantacasasp.edu.br/2016/10/10/estudo-conduzido-pela-fcmscsp-testa-cirurgias-cardiacas-em-orgao-impresso-em-3d/